Golpes no LinkedIn

O Lado Oculto do LinkedIn: Golpes e Mentiras!

19 de maio de 2016

Na semana passada uma pessoa, se é que merece esse título, compartilhou a seguinte atualização “Hoje atingi 466.000 conexões… e sempre estarei repassando vagas de conexões da minha rede. Com isso, coloco semente para germinar pessoas a crescerem.”

Sabe o que eu acho mais engraçado? A partir de 30.000 conexões você não pode aceitar nenhum novo convite no LinkedIn, seria necessário excluir uma conexão para aceitar outra!

Você ainda pode enviar convites para outras pessoas e ser aceito por estas, mas considerando que o LinkedIn tem um limite inicial de 5.000 convites, eu acho muito improvável que seja liberado 431.000 novos convites já que esse é o número exato que ainda falta para essa conta fechar.

“A rodrigo, ele está se confundido, ele deve estar se referindo ao seu número de seguidores…”, eu até gostaria que isso fosse verdade, mas vamos aos fatos:

Há cerca de 1 mês vi um ranking dos brasileiros com maior número seguidores no LinkedIn e que não eram um influencer (Influencers é um programa do LinkedIn para consolidar a rede como uma produtora de conteúdo, alguns exemplos de influencer: Barack Obama, Richard Branson, Bel Pesce, Ricardo Amorim, Romero Rodrigues e outros).

O primeiro colocado desse ranking ainda não tinha superado o marco de 200.000 seguidores, quanto mais 466.000…

Somente esse fato já seria prova mais do que suficiente para dizer que ele estava mentindo, mas ainda fui ver quantos seguidores ele tinha e me deparei com o seguinte número: 36.473 seguidores.

Esse número não é nem 10% do número que ele teoricamente afirma ter.

A atualização dele tinha como real objetivo atrair, por meio de uma mentira, mais pessoas para curtirem, comentarem, compartilharem sua atualização e o adicionarem no LinkedIn.

Você pode estar pensando “Aaaa Rodrigo… isso é um caso isolado, só desconsiderar”. Gostaria que você estivesse certo viu? Passei 10 minutos olhando minha página inicial para ver se achava alguns casos, achei dezenas e selecionei 2 golpes muito comuns, veja abaixo:

Exemplo de Golpe 1 – Proposta de trabalho dos Sonhos, coloque “OK” nos comentários.

Golpes-LinkedIn

Vamos analisar:

  • Oportunidade de trabalhar em casa, com uma imagem que reforça este ponto;
  • O trabalho será realizado apenas nas horas vagas;
  • Promessas de ganhos de R$ 2.000 até R$ 10.000;
  • Interessados coloquem um “OK”;
  • Link para a “oportunidade da sua vida”.

Resultado: 12132 pessoas curtiram e 32144 comentários.

Explicação do golpe: Quem publicou essa atualização não irá enviar um convite de conexão para cada uma das pessoas que comentaram, não digo isso nem pelo número de comentários e sim porque essa provavelmente não era a intenção desde o primeiro momento.

Quando a pessoa diz para colocar um “OK” no comentário, o único intuito é viralizar a sua publicação.

A lógica é bem simples: O LinkedIn, assim como o Facebook, tem um sistema de ranqueamento já que é impossível ver todas as publicações. Quando você curte, comenta ou compartilha qualquer atualização ou artigo no LinkedIn, uma parte de sua rede verá que você realizou essa ação e, consequentemente, terão acesso a publicação original.

Resumindo: O objetivo da publicação acima é induzir as pessoas a colocarem o “OK” para alcançar mais pessoas, de modo que mais pessoas acessem seu link e preencha o formulário para a maravilhosa oportunidade…

Como se isso não bastasse, o perfil aparentava ser fake… assim como a maioria que realiza esse tipo de ação.

Exemplo de Golpe 2 – Envio de arquivo para quem colocar o seu e-mail no comentário.

Golpes-LinkedIn

Vamos analisar:

  • Promessa de envio de um simulador de Preço de Venda;
  • Coloca o e-mail nos comentários se quiser receber.

Resultado: 631 curtidas e 900 comentários.

Explicação do golpe: Esse aqui segue a mesma lógica do anterior, afinal, você deve colocar o seu e-mail nos comentários.

Você pode realmente receber o que foi prometido no seu e-mail, mas na maioria dos casos você apenas recebe muito SPAM e o motivo é bem simples: Venda de e-mails!

Como você colocou o seu e-mail no comentário ele se torna disponível publicamente, desse modo, qualquer pessoa ou até mesmo programas podem realizar a coleta automática desses e-mails.

Esses e-mails são quentíssimos, afinal, a própria pessoa compartilhou e por conta disso possuem um alto valor no mercado, já que tem pessoas e empresas que compram essas listas de e-mails para fazer disparo via mala direta.

Eu vou dar um exemplo de como eu trabalho, ok?

Eu produzi o Guia Essencial do LinkedIn Para Negócios e de tempos em tempos eu realizo uma atualização sobre ele, além da chamada para ação no fim dos meus artigos, sendo que eu não peço em momento algum para as que as pessoas curtam, comentem ou compartilhem para ter acesso ao guia.

Eu simplesmente coloco o link a disposição e se a pessoa tiver interesse em baixar ela deverá colocar o seu e-mail, sendo que somente eu e minha equipe teremos acesso a aquele e-mail e não qualquer pessoa na internet!

O objetivo no meu caso é enviar conteúdo exclusivo sobre como utilizar o LinkedIn de um modo mais eficaz, um exemplo seria a aula que dei ao vivo via hangout na semana passada sobre os dois pilares do LinkedIn que utilizei para conquistar inicialmente o emprego dos meus sonhos na IBM e tempos depois dezenas de clientes para minha empresa no mesmo mês de sua fundação.

PS1: Os meus resultados parecem mais um conto de fadas não é mesmo? Mas o LinkedIn foi e continua sendo incrível na minha vida, por isso que decidi compartilhar o que sei a seu respeito.

PS2: Falando no Guia, se você quiser receber basta colocar nos comentários… brincadeira!!! Você pode acessar pelo link a seguir: http://bit.ly/2d7V2hP

Eu sugiro que você evite ou denuncie os seguintes tipos de atualização:

  1. Defina essa imagem em uma palavra;
  2. Curta se gostou, comenta se odiou e compartilha se amou;
  3. Coloque seu e-mail/telefone/endereço/cpf/qualquer coisa nos comentários abaixo;
  4. Todos os tipos de correntes.

Agora tenho que te confessar que existem muitos outros golpes e até bem piores que esses, como por exemplo:

  1. Mensagem em inglês informando que há uma herança presa em um banco do exterior, sendo necessário que você informe os seus dados para receber o dinheiro;
  2. Propostas de trabalho com valor muito acima do mercado, na qual você precisa dar um valor inicial apenas como “garantia” de interesse ou informar dados como informações bancárias e outros dados pessoais que podem ser usados para roubo de identidade.

Como recomendação geral, desconfie quando a oferta for boa demais para ser verdade, pois na maioria dos casos ela realmente não é.

Se você ficou com alguma dúvida sobre esse artigo ou quiser relatar qualquer golpe que já percebeu no LinkedIn, você pode utilizar a seção de comentários, mas assim como a imagem logo abaixo deixa claro, saiba que fazendo isso você estará me ajudando a divulgar ainda mais essa mensagem, ok? 🙂


Você Quer Conquistar Novos Clientes OU Um Novo Emprego? Então Confira Os Treinamentos Abaixo:

Opção 1 ➜ Os 2 Pilares Essenciais Que Utilizo Para Conquistar Clientes Através do LinkedIn – Sem Investir Em Anúncios! Clique AQUI e Reserve Sua Vaga!

Opção 2 ➜ Como Usar O LinkedIn Para Conquistar Sua Recolocação (Mesmo Que O Mercado Esteja Em Crise). Clique AQUI e Reserve Sua Vaga!

Veja o que você aprenderá em cada treinamento:

  • Os Segredos Para Elaborar Um Perfil Que Atrai e Conquista o seu Prospecto Ideal (Clientes Potenciais, Recrutadores/Tomadores de Decisão).
  • Como Se Conectar e Se Comunicar Do Modo Mais Efetivo Com Seus Prospectos, Gerando Novas Oportunidades Desde O Primeiro Momento.
  • E Muito Mais!

Importante: Os treinamentos possuem vagas limitadas, então garanta já a sua vaga!

Clique AQUI e se inscreva para o treinamento de Negócios.

OU

Clique AQUI e se inscreva para o treinamento de Carreira.

Quer Alavancar o Seu Negócio na Maior Rede Social do Mundo dos Negócios?
Então se Inscreva no Treinamento Online e Gratuito Abaixo!

SIM! Eu Quero Reservar Minha Vaga!

1